Município de Aljezur

19ºC
13ºC
Data de Publicação: 22/11/2012 00:00:00

Sismos - Medidas de Autoproteção

Medidas de Autoproteção

O que é um Sismo?

Os sismos são fenómenos naturais frequentes em Portugal, embora na sua grande maioria não sejam sentidos pelo Homem. Ao longo da História, há notícia de alguns sismos catastróficos que afetaram o nosso País.

Tem a sua origem normalmente em zonas onde a crosta terrestre está fraturada (falhas), podendo as vibrações por ele produzidas durar desde poucos segundos até alguns minutos.
Após o primeiro abalo acontecem espaçadamente outros mais fracos (réplicas).
Na maior parte dos casos os sismos acontecem devido a movimentos ao longo de falhas geológicas existentes entre as diferentes placas tectónicas que formam a superfície terrestre, as quais se movimentam entre si.

Os sismos também podem ser originados por movimentos de falhas existentes no interior das placas tectónicas, por atividade vulcânica e, mais raramente, podem ser provocados por deslocamentos de terreno, tais como abatimentos e escorregamentos.
O ponto á superfície da Terra onde o sismo é sentido com maior intensidade é chamado epicentro.
Quando a atividade sísmica é gerada no oceano, pode originar tsunamis, provocando grandes destruições em estruturas costeiras ou ribeirinhas (embarcações, casas, pontes, etc.).
Ainda não é possível fazer uma previsão de sismos. Não se sabe por isso se um próximo será fraco e passará despercebido, ou tão forte que provoque efeitos destruidores. Também não é possível saber quando nem onde ocorrerá.

O que fazer ANTES de um tremor de terra Informe-se sobre os sismos e seus efeitos


Em casa:

• Liberte as saídas e os corredores de móveis e outros objetos;
• Estude os locais mais protegidos e informe os seus familiares;
• Oriente as crianças e responsabilize os adultos pela sua segurança;
• Fixe as estantes, as botijas de gás, os vasos e floreiras à parede;
• Coloque os objetos pesados ou de grande volume no chão ou nas estantes mais baixas;
• Ensine a todos os familiares como desligar a eletricidade e cortar a água e o gás;
• Tenha à mão uma lanterna, um rádio portátil e pilhas de reserva para ambos, bem como um extintor e um estojo de primeiros socorros;
• Armazene água em recipientes de plástico fechados e alimentos enlatados para 2 ou 3 dias. Renove-os regularmente.


O que fazer DURANTE um tremor de terra EVITE 0 PÂNICO. Mantenha a serenidade e acalme as outras pessoas.

 

Em casa ou dentro dum edifício:

• Nas habitações coletivas não vá para a rua. As saídas e escadas poderão estar obstruídas.NUNCA utilize os elevadores;
• Tenha cuidado com a queda de objetos, candeeiros ou móveis;
• Mantenha-se afastado das janelas, espelhos e chaminés;
• Proteja-se no vão de uma porta interior, no canto de uma sala ou debaixo de uma mesa ou mesmo de uma cama.


Num local com muita gente (cinema, supermercado, etc.):

• Não se precipite para as saídas poderão estar obstruídas. NUNCA utilize os elevadores.


Na rua:

• Dirija-se para um local aberto;
• Enquanto durar o sismo não vá para casa;
• Mantenha-se afastado dos edifícios velhos, altos ou dos postos de eletricidade e outros objetos que lhe possam cair em cima;
• Afaste-se de taludes ou muros.


A conduzir:

• Pare a viatura afastada de edifícios, muros, taludes, postes e cabos elétricos, e permaneça dentro dela.


Que fazer DEPOIS de um tremor de terra


Nos primeiros minutos após:

• Mantenha a calma. Vá pensando no que deve fazer;
• Não se precipite para a escada ou para as saídas;
• Conte com a ocorrência de uma possível réplica;
• Não fume nem faça lume. Não ligue os interruptores. Utilize a lanterna elétrica;
• Corte a água e o gás, desligue a eletricidade;
• Calce sapatos e proteja a cabeça e a cara com um casaco, uma manta, um capacete ou um objeto resistente e prepare agasalho;
• Tente apagar os pequenos incêndios;
• Verifique se há feridos e preste-lhes os primeiros socorros se necessário. Se houver feridos graves não os remova a menos que corram perigo;
• Limpe os produtos inflamáveis que se tenham derramado (álcool, tintas, etc.);
• Solte os animais, eles tratam de si próprios;
• Afaste-se da costa marítima. Pode ocorrer uma onda gigante (tsunami);
• Ligue o rádio e cumpra as instruções difundidas.


Nas horas seguintes:

• Mantenha a calma, acalme os mais jovens e os idosos;
• Esteja preparado para a ocorrência de réplicas;
• Se encontrar feridos graves, chame as equipas de socorro para promover a sua evacuação;
• Evite passar por onde haja vidros partidos, fios elétricos soltos e tocar em objetos metálicos em contacto com eles;
• Não utilize o telefone exceto em caso de extrema urgência (ferido grave, fuga de gás ou incêndio);
• Coma alguma coisa. Sentir-se-á mais capaz de ajudar os outros;
• Não beba água de recipientes abertos;
• Se a sua casa estiver muito danificada abandone-a. Reúna a água, os alimentos e os medicamentos necessários (cardíacos, diabéticos, etc.);
• Afaste-se dos edifícios com grandes estragos e das estruturas danificadas;
• Não circule pelas ruas para observar o que aconteceu. Liberte-as para as viaturas de socorro;
• Ligue o rádio e cumpra as instruções difundidas;
• Colabore com as equipas de socorro.


Locais mais seguros num edifício:

• Vãos de portas, de preferência em paredes-mestras;
• Cantos das salas;
• Debaixo de mesa, camas ou outras superfícies resistentes.


Locais mais perigosos num edifício:

• Elevadores;
• Junto a janelas, espelhos ou chaminés;
• No meio das salas;
• Saídas.

Aljezur pelos olhos de quem nos visita...

Use #aljezur nas suas fotografias para as ver no nosso feed!