Site Autárquico de Aljejur

Mapa do Concelho

PUBLICAÇÔES

O Rîbat da Arrifana (Aljezur - Algarve)

/util/imgLoader.ashx?img=/upload_files/client_id_2/website_id_1/Atividade_Municipal/Publicacoes/ORibatdaArrifana.jpg

APRESENTAÇÃO
 
Diversos documentos referem a existência de um ribat no concelho de Aljezur.
Referindo-se aqueles ao ribat de Arrifana, durante muito tempo associou-se a sua localização à povoação, assim, ainda hoje, denominada.
Contudo, a investigação arqueológica levada a efeito pela Srª Doutora Rosa Varela Gomes e pelo sr. Arq. Mário Varela Gomes, veio demonstrar que o ribat se situa na Ponta da Atalaia, cerca de 1 km para norte da actual Arrifana. Note-se que a denominaçãoexistente para tal sítio é recente, sendo atribuída a meados do século XX, pelo que deve deduzir-se que a zona onde se encontram as ruínas do ribat se designasse, há séculos atrás, Arrifana.
Trata-se do único ribat reconhecido, até ao momento, no actual território português e o segundo da Península Ibérica.
Sabendo-se que a presença islâmica no nosso país assume relevante importância histórica e que dessa presença são numerosos os vestígios patrimoniais, a existência deste ribat, por ser único, o ribat de Arrifana adquire ainda mais significado destaque histórico dado estar ligado a uma das principais figuras do mundo político e religioso de todo o al-Andalus, o mestre sufi e madi, Ibne Qasi.
Estamos, assim, perante um sítio de grande valor histórico para portugal e para a comunidade islâmica, ao qual deve ser dada especial atenção.
A política cultural do Município de Aljezur tem acompanhado de perto as questões do património e, muito particularmente, da Arqueologia, por considerarmos que tal área é importante na nossa estratégia de desenvolvimento.
Todavia, o caso concreto do ribat de Arrifana, não só pela extensa área que o memso abrange, mas igualmente pela profundidade dos estudos que têm que ser levados a efeito, resvala completamente das possibilidades económicas desta autarquia, a qual não é farta de recursos. Importa, assim, a sensibilização de todas as instituições portuguesas e estrangeiras, que atentas ao alto valor deste sítio arqueológico, possam desenvolver iniciativas conducentes ao seu estudo, conservação e valorização.
O Município de Aljezur está de "portas abertas" e agradece todas as sugestões e contributos, para que o ribat da Arrifana, porque está sujeito a muitas agressões, faça história e não passe a figurar apenas na memória das pessoas.
 
O Presidente da Câmara Municipal de Aljezur
 
Manuel José de Jesus Marreiros
21 de Junho de 2004  


FICHA TÉCNICA:
Título :
O RIBAT DA ARRIFANA (ALJEZUR - ALGARVE)
 
Autores:
Rosa Varela Gomes e Mário Varela Gomes
 
Edição:
Município de Aljezur
 
Colaboração:
Associação de Defesa do Património Histórico e Arqueológico de Aljezur
 
Ano:
2004
 
Composição e impressão:
Facsimile, Lda.
 
Tiragem:
1000 exemplares
 
Capa: Pequena mesquita do ribat da Arrifana (foto de M. V. Gomes)

AGENDA

Iniciativas

Serviços OnlinePortal de Informação GeográicaAvisos - InformaçõesLivro de Reclamações